O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Matéria especial: Enfermeiras da Interne tem trabalhos aprovados no Sibrad 2012


A décima primeira edição do SIBRAD está chegando, precisamente no mês de março, entre os dias 21, 22 e 23. Este ano o evento será no Renaissance São Paulo Hotel, em São Paulo, capital.  O tema principal abordado este ano, tem tudo a ver com a Interne Soluções em Saúde, "“"Assistência Domiciliar no Brasil: Sustentabilidade Política, Administrativa, Técnica e Financeira”.

É com enorme satisfação, que a equipe da Interne Soluções em Saúde informa que nossas enfermeiras tiveram mais uma vez, seus trabalhos aprovados pelo SIBRAD. Nesta matéria especial, divida em duas partes, você vai conferir uma entrevista com a Enfermeira, Janaina Morais e a enfermeiranda Jaciara Sampaio, ambas da equipe Curabem e a segunda entrevista é com a dupla Carolina Almeida e Thaise Raquel da Educação Permanente.

As duplas tiveram seus trabalhos escolhidos para serem apresentados no evento deste ano. Conhecimento é algo que nunca se limita e nunca pode ser retirado do ser humano. Acrescenta para a evolução de quem busca e se empenha em sempre querer melhorar e ter mais conhecimentos  profissionalmente e pessoalmente.

Janaina Moraes e Jaciara Sampaio tiveram o trabalho aprovado com o título, "“"PERFIL DOS PACIENTES INTERNADOS PARA TRATAMENTO DE LESÕES A NÍVEL DOMICILIAR NUMA INSTITUIÇÃO ESPECIALIZADA”.  O trabalho se trata de um estudo que verificou o perfil dos pacientes internados e acompanhados pelo Curabem no período de 2010 e 2011, identificando os tipos de feridas, coberturas utilizadas, evolução de cada caso com a finalidade de proporcionar uma assistência de enfermagem cada vez mais especializada.  Cujo objetivo teve em analisar o perfil dos pacientes internados para tratamento de lesões a nível domiciliar numa instituição especializada, caracterizando a amostra quanto à idade e sexo; descrevendo os tipos de feridas, classificando-as quanto à profundidade, localização, causa e a evolução do tratamento.

"“"O interesse pelo tema originou-se de uma experiência vivenciada dentro de uma unidade de saúde voltada para o tratamento de feridas crônicas, no intuito de analisar melhor o tratamento de escolha utilizado em cada ferida a partir dos prontuários, contribuindo assim para uma assistência de maior qualidade a essa clientela.”, informa Janaina.

A dupla conta que utilizou o Centro de Estudos Maria Ester Souto, para consultas de livros  para desenvolvimento da parte teórica e que a Interne está dando suporte necessário, para elas. As duas, também acham interessantes as oportunidades e apoio sempre presente da diretoria e do institucional da empresa em geral.

Quando questionadas sobre a importância de um estudo científico deste tipo para acrescentar na vida de um profissional de saúde, elas responderam: "“"Primeiramente o interesse e busca constante para manter- se atualizado. Este estudo procurou fornecer um diagnóstico situacional parcial de um Programa especializado no tratamento de lesões, onde foi comprovada a hipótese assumida inicialmente, aponta para a necessidade de manter o seu capital humano que formam a equipe, constantemente atualizada e com desenvolvimento de estudos constantes, como foi citado o CPC, com a finalidade de traçar soluções efetivas para a clientela. Há uma prioridade urgente de se estabelecer parâmetros que identifiquem as falhas decorrentes do processo de registro e coleta de dados diários desses pacientes. Espera-se assim, que os resultados dessa investigação possam contribuir para o aprofundamento dos conhecimentos em Estomaterapia e na implementação de critérios de avaliação podendo assim reduzir o tempo de cura relacionado ao tratamento das lesões”.

Janaina e Jaciara esperam que a apresentação de seu trabalho seja perfeita mesmo sabendo que existam outros trabalhos muito bons, porém irão procurar fazer o melhor possível em sua apresentação.

Para finalizar Janaina ressalta uma informação não só sobre sua pesquisa, mas a importância de seus trabalhos: "“"Uma equipe especializada deve atuar de modo que a assistência prestada seja desenvolvida de forma ativa e integral, visando garantir a melhoria da qualidade de vida do cliente e, é neste sentido, que a atuação da enfermeira se mostra preponderante. Por essa intervenção ser constante, em especial no que se refere à realização de curativos e acompanhamento dessas lesões. Em se tratando do tempo decorrido entre o início do tratamento e a cura do paciente, observou-se que 52% finalizaram o tratamento entre 60 e 90 dias, 20% concluíram o tratamento em mais de 120 dias, restando 12% que continuam em tratamento. Atualmente o programa funciona com estudos constantes sobre o CPC (ciclo perfeito da cura), onde através destes números podemos comprovar a eficácia e eficiência do programa que surgiu no mercado desde janeiro de 2010, estando em estudo há aproximadamente 4 anos, no inicio o tempo de cura era de aproximadamente 400 dias, hoje reduzido o tempo de cura a 77,5%”.