O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Má qualidade do sono pode complicar diabetes


Redação, com agências internacionais - de Chicago

A má qualidade do sono pode trazer complicações para os diabéticos e dificultar o tratamento da doença. Pesquisadores norte-americanos associaram medições de glicose e qualidade de sono em diabéticos e não diabéticos, e concluiram que até mesmo a resistência da pessoa à insulina pode ser afetada por problemas de sono.

A má qualidade de sono é um problema que geralmente acompanha a diabetes e existem pesquisas que propõe que ela seja também um dos fatores de risco para o desenvolvimento da doença. Em pessoas que sofrem de diabetes 2, problemas como apneia e distúrbios do sono são mais comuns. Segundo os pesquisadores, pessoas que têm problemas para controlar seus níveis sanguíneos de glicose têm mais riscos de terem complicações.

Eles têm uma qualidade de vida reduzida. Os cientistas acompanharam 40 diabéticos durante seis noites. Antes do experimento, os participantes que roncavam, tinham insônia ou sofriam outros problemas para dormir reportaram suas dificuldades. Amostras de sangue foram recolhidas para a medição de níveis de insulina e glicose, e os voluntários usaram monitores no pulso para medição de movimentos durante a noite. A pesquisa mostrou que os diabéticos que dormiam mal tinham níveis 23% mais altos de glicose no sangue de manhã e níveis de insulina 48% mais altos. Combinando esses números, os cientistas estimaram que diabéticos que têm problemas para dormir têm a resistência Í insulina 82% mais alta do que diabéticos que dormem bem.

O próximo passo da pesquisa é analisar como o tratamento de problemas do sono podem ajudar no tratamento da doença.

http://correiodobrasil.com.br/ma-qualidade-do-sono-pode-complicar-diabetes/235680/