O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Mude cinco hábitos para deixar de roncar

Reprodução:Internet

Depois de um tempo de convivência, a sinfonia noturna do ronco deixa de ser engraçada e pode se tornar um problema no relacionamento. Pior que isso, é possível que o roncador tenha doenças mais graves como a apneia obstrutiva do sono - em que o portador deixa de respirar por alguns segundos durante o sono. Até mesmo o parceiro de quem ronca pode ter problemas e desenvolver insônia e depressão pelo quadro de privação do sono.

A Sociedade Brasileira do Sono e a Academia Americana de Sono recomendam o Aparelho Intraoral como único método eficaz para o tratamento do ronco. Segundo o Instituto Duarte Ferreira, os pacientes tratados na clínica com esse sistema têm obtido, em média, uma redução de 80% do ronco, podendo chegar a 100% em alguns casos.

Além de recorrer a um dentista para o tratamento, mudar alguns hábitos no dia a dia podem ajudar a ter uma noite tranquila de sono, livre de roncos. Com pequenas atitudes pode-se sentir diferença na hora de dormir.

Para saber se sofre com o problema, é preciso ficar atento a alguns sinais, como prestar atenção se ronco é rotineiro, se interrompe o seu sono com frequência e as pessoas que convivem ao redor sempre lhe chamam a atenção. Se acorda cansado, fadigado com sensação que não dormiu é muito provável que a pessoa sofra de de apneia do sono.

5 hábitos que precisam ser mudados-Melhore a alimentação
Com alguns quilinhos a mais é possível que o ronco aumente, já que a gordura que fica acumulada na garganta pode dificultar a passagem de ar. Além do que comer, é preciso ficar atento à hora da refeição. Comer antes de deitar pode resultar em refluxo, e a noite não será das mais relaxantes. O ideal é dar um intervalo entre a comida e a hora de dormir.

Faça exercícios físicos- A endorfina - neurotransmissor que traz sensação de bem-estar ao corpo -, liberada durante os exercícios, é responsável pelas boas noites de sono. Os sedentários levam mais tempo para dormir: são em média dez minutos, contra sete dos que se exercitam regularmente. A única ressalva é que o exercício físico seja feito quatro horas antes de dormir, no mínimo, já que a prática aumenta a adrenalina no organismo, o que pode atrapalhar o sono.

Não ingira bebida alcoólica -Assim como alguns remédios tranquilizantes, a bebida alcoólica relaxa a musculatura, e a língua ainda pode atrapalhar a saída de ar.

Durma de lado-De barriga para cima, a língua pode obstruir a passagem de ar, uma vez que fica mais próxima ao céu da boca.

Pare de fumar-O tabaco incha a garganta e irrita as vias respiratórias.

Fonte: http://saude.terra.com.br/saude-bucal/atualidades/mude-cinco-habitos-para-deixar-de-roncar,2318945c301dc310VgnVCM4000009bcceb0aRCRD.html