O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Carta de Paula Meira

Em 25 de junho de 2009.

A Todos que fazem a Interne,

Gostaria de expressar meu mais sincero agradecimento a todos àqueles que colaboraram direta ou indiretamente com o internamento domiciliar da minha avó Maria Esther Souto Carvalho , destaco a assistência de Dr. Fabio Melo por toda presença, paciência, zelo e dedicação. 

E ainda especialmente Dr. Odocyl, Fonoaudióloga Fernanda, fisiotepeutas Renata e Luciana as auxiliares Fabiana, Rossana,Tercia e Conceição , as equipes de procedimento e das ambulâncias , CAD, a gerencia, na pessoa de Monica, a SupervisoraEliane, mas sobre modo todos os outros : técnicos, motoristas, apoio, pedidos, recursos humanos, escala , farmácia, fixo, etc.

Hoje posso dizer que experimentei meu próprio serviço e reconheço a excelência de poder receber o tratamento de um ente querido em casa.

Pequenos transtornos devem sim ser reavaliados e nos comprometer em melhorar, porque temos a capacidade de fazer bem e perfeito.

Gostaria de ainda de agradecer imensamente a presença de todos que foram ao vele rio e enterro de minha avó.

Neste ato me ajudaram a cumprir dois desejos dela: morrer em casa no seio da família e de presença na despedida.

Recebi de cada um o carinho de uma hora difícil , mesmo tendo ela tido uma vida útil e verdadeiramente solidaria, destacando-se, pois, muito rica e jovem , aos 27 anos, literalmente milionária (numa época que não era "moda") com família feliz, ela se preocupou em fazer lençóis com sua própria Mao para o indigente hospitalizado , depois fundou o hospital do câncer, e a foi a vida inteira. De dedicação a uma causa.

Minha avó foi uma mulher digna, elegante e matriarca, estou muito triste pela perda, mas feliz por receber tanto carinho, O meu sincero reconhecimento a todos, 

Finalizo expressando : Dar valor a vida é ser humano.

Obrigada Interne Home Care.