O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Aprenda mais sobre os distúrbios e o tratamento do sono.


Dormir de fato é de fundamental importância para o corpo, chega uma hora do dia em que nos sentimos cansados e não dá para produzir mais nada. É a hora certa de parar e recarregar novamente as energias para assim, se dispor a começar tudo novamente.



Atualmente, mais de 30% da população mundial sofre de algum distúrbio do sono. Como consequência, surge o aumento das doenças que a falta de qualidade nas horas dormidas pode agravar, como por exemplo: Acidente Vascular encefálico, hipertensão arterial sistêmica, Insuficiência Cardíaca Congestiva, impotência sexual, arritmia, dentre outros.  Já que quando dormimos, são regulados uma série de hormônios e controles do corpo.

Segundo a fisioterapeuta, gerente do programa DurmaBem, Lidiane Santana, entre as patologias do sono, se destacam a apneia e o ronco.

"“"São as mais prevalentes e mais estudadas, embora a medicina reconheça mais de 88 distúrbios. No Brasil, as patologias do sono, já estão sendo vistas como uma questão de saúde pública, em função dos gastos e das repercussões sociais. Mais de 100.000 acidentes e 1.500 mortes por ano são causadas por cansaço/noites mal dormidas”, afirma.

O diagnóstico desses distúrbios é realizado através do exame de polissonografia. Diferindo dos tradicionais exames de diagnósticos de problemas do sono, este exame é mais eficaz. Na interne isso ocorre com o nosso programa DurmaBem, que leva até a casa do paciente toda estrutura e conforto necessário para a obtenção da descoberta do problema. O resultado disso é uma avaliação ainda mais fidedigna à realidade do paciente.

Lidiane destaca o pioneirismo e a viabilização do programa, falando de sua equipe.

"“"O tratamento do programa Durmabem, conta com uma equipe multidisciplinar formada por uma médica responsável pelos laudos, fisioterapia do sono, fonoterapia do sono e odontologia do sono, o que garante maior eficácia no resultado”, conclui.

Como objetivos do programa estão: melhorar a qualidade do sono, reduzir o risco de acidentes, presenteísmo e absenteísmo, reduzir custos com tratamentos tardios ou patologias secundárias, melhorar a concentração, prevenir a depressão, prevenir cefaléia e sonolência diurna, prevenir Hipertensão, Infarto, Insuficiência Cardíaca, Arritmias e Doenças cerebrovasculares, bem como outras doenças secundárias aos distúrbios do sono.

É fundamental procurar ajuda ao perceber dificuldades durante o sono ou sinais como: sonolência diurna, irritabilidade, ganho de peso, hipertensão, falta de concentração, perda de memória, dificuldades de respirar durante o sono, sensação de sufocamento e interrupções durante o sono. A falta de descanso pode acarretar.

A saúde do sono é muito importante, passe a prestar mais atenção nas suas horas dormidas e lembre-se que é de fundamental importância, dedicar a elas, ao menos cerca de 8h por dia. Uma pessoa que dorme bem, vive melhor.



Lidiane Santana - 2123-0440/9633-4029
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.
Coordenadora DurmaBem