O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Pais devem adaptar rotina de sono dos filhos nessa volta às aulas.


A Interne faz questão de novamente frisar a importância de uma boa noite de sono para a saúde da garotada – de preferência indo dormir cedo e seguindo uma boa alimentação.Os pais que não se planejaram antes, precisam aproveitar esta primeira semana para iniciarem esta readaptação.  

Fazer as pazes com o despertador e dormir mais cedo é importantíssimo nesse começo de ano letivo – pois é partir de agora que uma rotina se construirá. Na semana passada, exibimos uma série referente sobre a importância de alguns cuidados com a criançada nas voltas as aulas. Hoje, a Interne Soluções em Saúde – aproveita o início das aulas para novamente frisar a necessidade das crianças dormirem cedo. 

Acordar e dormir cedo, realizar as refeições no horário correto e reservar um tempo para as tarefas de casa não precisam ser difíceis. É preciso planejar-se a fim de retomar a rotina. Dormir bem e se acostumar com os horários ajuda a evitar aquele mau humor da criança e até a recusa em ir à escola. Com relação ao horário de acordar, o ideal é que os filhos não durmam até muito mais tarde do que precisariam acordar em época de aulas. 

Reacostumar os filhos a acordar cedo e também acertar os horários da alimentação deles são providências que devem ser tomadas pelo menos uma semana antes do retorno às aulas, para evitar problemas – este é o ideal. Mas caso não tenha existido este planejamento – então é preciso começar de agora. 

A Sociedade Brasileira de Pediatria, alerta que precisa ter cuidado com esta readaptação – ela precisa ser gradativa para não comprometer a saúde da saúde. Para que tudo dê certo, é necessária atuação firme dos pais, que não podem cair na ‘conversa’ das crianças, que certamente vão reclamar e pedir para ficarem acordadas até mais tarde. As férias desabituam a criançada e a hora de dormir acaba sendo mais relaxada. É preciso ir acertando os novos horários de dormir e acordar aos poucos. Portanto, esta semana – para os pais mais retardatários no planejamento da volta as aulas – é ideal para iniciar esta readaptação. 

Na volta às aulas, é preciso dosar o tempo de exposição ao uso de aparelhos eletrônicos – eles costumam interferir na boa qualidade do sono. Para que a atenção exigida do seu filhote durante as aulas, bem como o seu bem-estar de um modo geral, não sejam afetados diretamente por noites mal dormidas, fique atento a algumas dicas:

 

1. Marque um horário determinado para a criança ir para a cama e se habituar à hora certa de se resguardar e cessar as suas atividades; 

2. Use o movimento e o balançar para acalmar a criança e não para fazê-la dormir; 

3. Tome cuidado com o excesso de estímulos. Elimine tudo o que chame a atenção da criança na hora de dormir, como TV, brinquedos e cores fortes. O quarto deve ser um lugar para relaxar; 

4. Você pode criar um ritual que ajude a dar pistas à criança de que é hora de dormir. Ir ao banheiro, escovar os dentes, colocar o pijama, ler histórias e ir para a cama; 

5. Crie regras sobre o horário e o lugar de dormir. Não faça cada dia de um jeito diferente, crie hábitos e rotinas; 

6. Ao entardecer, troque as brincadeiras agitadas pelas mais calmas. É necessário criar um ritual de desaceleração; 

7. Um dos vilões do sono são os videogames. Estipule um horário para a criança jogar, o qual deve ser cedo e não ultrapassar 2 horas diárias; 

8. Não deixe que a criança consuma um alimento que demora a ser digerido antes de ir dormir. O ideal é uma comida leve e natural;

 

Seguindo estas dicas, o sucesso do sono de seu filho está garantido e também o seu rendimento escolar.

 

 

Fontes de pesquisa:  http://www.sbot.org.br/

  www.saude.mg.gov.br


INTERNE