O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Boas noites de sono são fundamentais para a saúde das crianças

O sono na primeira infância permite o desenvolvimento do cérebro, principalmente em funções como o aprendizado e a memória.  

Fazer a criança dormir bem não é só uma questão de deixar os pais em paz, mas também um processo fundamental para a dela. A Interne Soluções em Saúde reafirma a importância de boas noites de sono no processo de desenvolvimento infantil. 

Na infância, cerca de 90% do hormônio do crescimento é liberado durante o sono. Crianças que dormem mal têm mais chances de ter problemas no seu desenvolvimento físico. O hormônio do crescimento continua sendo liberado mesmo na fase adulta. Embora em doses menores, isso continua ocorrendo durante o sono. Em pessoas adultas ele evita a flacidez muscular e garante vigor físico. 

O sono é função vital ao organismo e necessita de uma rotina, do mesmo modo que todas as outras atividades do dia a dia. “Se a criança não dorme bem em decorrência da indisciplina, isso pode trazer sérios problemas à saúde, devido à irregularidade do relógio biológico. Em curto prazo, por exemplo, tendem a ficar cansados, irritados, estressados, ter alterações repentinas de humor, desatenção e dificuldade de concentração. 

Saiba mais, lembro uma matéria do site Cenário MT sobre o assunto. Segue logo abaixo:

 

Criança que dorme bem se torna um adulto melhor e mais saudável

Você sabia que 16 de março é o Dia Mundial do Sono? Isso mesmo! Pode parecer uma coisa com pouca relevância, mas estamos enganados ao acreditar que o sono é só uma necessidade fisiológica básica determinada por nosso organismo.

Você se lembra de um ditado de nossas avós que dizia: “criança que dorme cresce mais”. Elas não estavam erradas! Só faltou dizer que dormir bem e acordar cedo ajuda crianças e adolescentes a crescer bem, prevenir a obesidade e até lidar melhor com frustrações. Aproveitando o momento de férias para recarregar as energias, especialistas listaram seis razões para começar uma rotina e colocar disciplina na hora de dormir do seu filho. Dormir bem, portanto, ajuda a:

1. Ser menos ansioso - Segundo pesquisa da Universidade do Colorado, nos Estados Unidos, com crianças de dois anos e meio e três. os pesquisadores descobriram que os níveis de ansiedade e irritação aumentam quando as crianças saem da rotina e perdem uma soneca. Ao mesmo tempo, cai a capacidade infantil de lidar com frustrações. Por isso é preciso criar uma disciplina para dormir sempre no mesmo horário, o que influencia a qualidade do sono.

2. Prevenir a obesidade - Segundo um estudo realizado pela Universidade do Sul da Austrália as crianças que dormem mais cedo e, consequentemente, também acordam mais cedo, são mais ativas e magras que aquelas que vão pra cama tarde, mesmo com a mesma quantidade de sono. Adolescentes que dormem tarde não compensam a necessidade de sono adequadamente.

3. Melhorar o desempenho escolar - O pediatra Gustavo Moreira, do Instituto do Sono, explica que o sono adequado ajuda a memória e a capacidade de o aprendizagem. Para o médico, as crianças e adolescentes devem ter horários regulares para dormir e, no final de semana, esta rotina não pode variar muito, para não gerar um débito de sono.

4. Ter um crescimento adequado - Outra característica do sono adequado é a produção do hormônio de crescimento o GH. A maior produção do GH é sempre à noite, das 21 às 4 horas da manhã. “Quando a criança, por vários motivos, não está na cama neste horário, a produção de GH declina e ela pode crescer menos”, explica Gustavo Moreira.

5. Manter os ossos fortes - Ao dormir e acordar tarde, crianças – e principalmente os bebês – perdem a maior fonte de vitamina D. “Por meio do sol, nosso organismo obtém a vitamina D e, com ela, melhora a absorção do cálcio, fortalecendo os ossos”, explica a neurofisiologista Rosa Hason, do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ela recomenda que as crianças tomem o banho de sol antes das 9 horas da manhã.

6. Ajustar o relógio biológico - A psicóloga Renata Soifer Kraiser, autora do livro “O Sono do Meu Bebê” (CMS Editora), explica que a melatonina, hormônio que estimula o sono e indica ao cérebro que é noite, é produzido das 20 às 21h30. “Depois deste horário a criança volta a se agitar e é difícil convencê-la de que ainda é hora de dormir, pois a mensagem do organismo já passou”, explica. Por isso, se passar daquele horário, a criança continuará com sono – mas estará desperta e será difícil mostrar a ela que ainda é noite.

Assim é, pessoal. Temos que cuidar de nossa mente e de nosso corpo em um conjunto. Somente desta forma a vida nos retribuirá com benefícios aquilo que entregamos a ela.


http://www.cenariomt.com.br/noticia/421848/crianca-que-dorme-bem-se-torna-um-adulto-melhor-e-mais-saudavel.html


INTERNE