O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Quem sofre de distúrbios pode mudar seus hábitos e assim melhorar a qualidade de seu sono!

Na segunda matéria da série “DurmaBem: O segredo de uma vida melhor pode está em uma boa noite de sono!” – vamos descobrir como uma noite bem dormida pode se relacionar com a qualidade do seu desempenho profissional. A entrevistada de hoje é a Coordenadora da Qualidade de Vida da Interne – Luiza Santos.


Entre as cargas de trabalho pesadas que mantêm muitas pessoas acordadas até tarde, existem os programas favoritos da TV e a as vidas sociais que fazem com que todos durmam ainda menos. Mas é preciso estar ciente de como um bom descanso é importante.

Acúmulo de tarefas e distúrbios do sono prejudicam as noites e a saúde de habitantes de grandes cidades. A busca pela qualidade de vida perpassa pela ideia de que uma noite bem dormida é o começo de tudo – o “alfa” para gozar de uma vida com um bem-estar muito mais profícuo.

Nesta segunda matéria da série “DurmaBem: O segredo de uma vida melhor pode está em uma boa noite de sono!” – vamos descobrir como uma noite bem dormida pode se relacionar com a qualidade do seu desempenho profissional. A entrevistada de hoje é a Coordenadora da Qualidade de Vida da Interne – Luiza Santos.

Para nossa personagem de hoje – a partir do ponto de vista da qualidade de vida - uma boa noite representa a sensação de dormir tranquila, sem perturbações durante o sono e acordar sem se sentir cansada. Isso torna seu dia a dia muito melhor.

A qualidade do sono está diretamente ligada à qualidade de vida do ser humano. Enquanto dormimos, nosso organismo realiza funções extremamente importantes: fortalecimento do sistema imunológico, secreção e liberação de hormônios, consolidação da memória, entre outras. Porém, a falta de tempo de descanso provocada pelo corrido cotidiano urbano, aliada aos inúmeros distúrbios noturnos que atingem boa parte da população, prejudica o desempenho dessas funções.

O setor de qualidade de vida busca criar que quais ações para divulgar a importância de uma boa noite de sono? Sempre oferecemos palestras em parceria com o DurmaBem, e os colaboradores da Interne possuem descontos para realizar o exame de polissonografia também.

Enquanto coordenadora de um setor que preza pela qualidade de vida do funcionário – Luiza conduz sua rotina de sono de maneira bem disciplinada: “Eu procuro desligar a televisão e o colocar o celular no silencioso, pelo menos meia hora antes de dormir, para acalmar a mente, conta”. Ela ainda lembra que costuma seguir outra restrição para que seus afazeres profissionais sejam mantidos com eficácia e eficiência: “Nunca durmo tarde dia de semana, para mim é essencial para ter oito horas de sono”.

Remédios para dormir podem ajudar a espantar o sono, mas também podem ser perigosos quando tomados de forma incorreta, e podem aumentar a possibilidade de você ter pesadelos ou desenvolver algum tipo de doença. Sobretudo para quem já possui algum distúrbio.

Em vez de optar por um frasco de comprimidos, considere algumas dessas maneiras simples citadas abaixo para garantir uma noite contínua de sono repousante. Algumas podem parecer difíceis, mas o resultado pode garantir uma grande melhora na sua vida.


- Deslique a TV e o computador

Essa é uma tarefa difícil, mas realmente ajuda a dar ao seu cérebro algum tempo para descomprimir. Leia um livro, desenhe ou, simplesmente, sente-se todas as noites antes de dormir. Logo seu cérebro aprenderá a associar o ritual do sono, ajudando-o a ter um sono repousante. Mas se você realmente precisa de uma distração, tente algo como música calma ou rádio.


- Coma algo leve

Uma grande refeição antes de dormir não vai ajudar, mas um lanche leve pode acalmá-lo. Procure por carboidratos complexos (que podem aumentar a serotonina) e alimentos ricos em magnésio (como verduras), que podem conter a síndrome de pernas inquietas. Também opte por bananas e iogurte.


- Invista em um ambiente confortável

Quando você se sentir confortável e feliz por estar indo para a cama, você vai dormir mais profundamente. Compre um travesseiro novo, alguns pijamas realmente confortáveis ??ou encontre um relaxante como uma vela com aroma natural. Este conforto irá mostrar ao cérebro que é hora de relaxar.


- Acabe com o estresse

Este é provavelmente o mais difícil porque, para muita gente, o tempo pouco antes de dormir é o momento em que pensamos no que aconteceu durante o dia. Em vez disso, tente visualizar algo realmente agradável e manter sua mente nessa zona. Pense em caminhadas na mata, praia ou qualquer outra coisa que seja agradável.


- Defina uma hora para dormir

Isso parece difícil, mas se você cumprir pode ajudar. Tenha um horário em que você simplesmente tem que estar na cama todas as noites. Em seguida, mantenha isso. Escolha um momento sensível e tente organizar seu tempo para que você tenha mais horas de sono.


- Faça exercícios

Uma das melhores coisas que você pode fazer é se movimentar. Quando você se exercita, você dá ao seu corpo algo a mais para ele recuperar, o que pode incentivar um sono mais profundo e tranquilo. Ir para uma corrida ou levantar pesos fará com que você canse os músculos e durma melhor.


Luiza ainda destaca que possui um leve transtorno enquanto dorme e que por isso mesmo precisa pela qualidade de seu sono, principalmente por desconhecer tratamentos. “Eu sou sonâmbula e infelizmente faço parte da mínima parcela que apresenta este distúrbio na fase adulta. Mas desconheço os tratamentos”. “Não dormir bem significa ficar de mau humor, me sentir cansada e sem energia durante toda a semana!”, finaliza Luiza.

Segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), 40% da população mundial não dorme como gostaria e sofre de algum distúrbio do sono. Poucos são os que se preocupam em resolver os problemas.


Fontes de pesquisa:  http://www.usp.br/

https://www.unimedcuritiba.com.br/


INTERNE