O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

Dezembro Laranja: Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele


 

Como você sabe, o objetivo do “Dezembro Laranja” é destacar que a campanha é um movimento criado em 2014 pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) com o intuito de estimular a população a se prevenir contra o câncer de pele, tipo da doença que mais atinge pessoas no País. E durante todo este mês fala-se sobre esta enfermidade. 

A exposição ao sol de forma inadequada pode trazer inúmeros prejuízos à saúde, além de ser responsável pelo câncer de maior incidência no Brasil, o câncer da pele. Preocupada com os números alarmantes da doença no país, a SBD criou, em 1999, o Programa Nacional de Controle do Câncer da Pele (PNCCP), que engloba diversas ações de combate à doença e leva aos brasileiros informação, diagnóstico e tratamento de qualidade, tudo gratuitamente. Desde a implantação da Câncer da Pele, foram atendidas mais de 518 mil pessoas em todo o Brasil, sendo mais de 40 mil detectadas com a doença e encaminhadas para tratamento gratuito.

Em 2012, a SBD estabeleceu o Dia Nacional de Combate ao Câncer da Pele, que em 2015 será celebrado em 7 de novembro e atende anualmente mais de 30 mil pessoas. Na ocasião, médicos da SBD realizam o exame preventivo em pacientes com suspeita da doença em serviços de saúde distribuídos por todo o Brasil. Na ação, a SBD promove também a realização de palestras informativas, distribuição de folders e protetores solares.

Em 2014, a SBD iniciou o movimento de combate ao câncer da pele denominado “Dezembro Laranja”, a fim de estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele. Durante um mês inteiro, a entidade realizou ações para lembrar como evitar o câncer que mais atinge o país, convidando a população brasileira a compartilhar nas redes sociais uma foto vestindo uma peça de roupa laranja e publicá-la com a hashtag #dezembrolaranja. Os dermatologistas da SBD também se engajaram no movimento, reforçando sua importância no combate à doença.

Diversas ações foram planejadas para acontecer durante todo o mês de dezembro, como a iluminação de importantes monumentos brasileiros e outras iniciativas de conscientização em praias e parques.

 

Guinness World – Livro dos Recordes

A Sociedade Brasileira de Dermatologia recebeu a certificação do Guinness World Records, maior e mais respeitado órgão do segmento, por ter organizado, no dia 5 de dezembro de 2009, a maior campanha médica do mundo realizada em um único dia e a maior campanha de prevenção ao câncer da pele mundial, com mais de 34 mil atendimentos em todo o Brasil. Com isso, passou a deter o recorde que, até então, pertencia à Academia Americana Dermatologia (AAD). Mais do que isso, recebeu um reconhecimento digno da grandeza da sua maior campanha. Para que isto se tornasse possível, foi necessário atender a diversas exigências e organizar a ação de modo a mantê-la grande e sincronizada em todo o país.

Sem dúvida alguma, este momento tornou-se um marco na rica e vitoriosa história da SBD. A campanha contra o câncer da pele existe desde 1999, e ao longo de suas edições tornou-se cada vez mais organizada, respeitada e reconhecida pela sociedade. Um trabalho árduo que só foi possível graças à doação incondicional dos associados, que despendem tempo e sabedoria de forma gratuita em prol desta causa, coroada com a certificação internacional de “maior do mundo”.

 

Como a incidência dos raios ultravioletas está cada vez mais agressiva em todo o planeta, as pessoas de todos os fototipos devem estar atentas e se protegerem quando expostas ao sol. Os grupos de maior risco são os do fototipo I e II, ou seja: pele clara, sardas, cabelos claros ou ruivos e olhos claros. Além destes, os que possuem antecedentes familiares com histórico da doença, queimaduras solares, incapacidade para bronzear e pintas também devem ter atenção e cuidados redobrados.

Lembre-se que a Sociedade Brasileira de Dermatologia recomenda que as seguintes medidas de proteção sejam adotadas:

 

- Usar chapéus, camisetas e protetores solares;

- Evitar a exposição solar e permanecer na sombra entre 10 e 16h (horário de verão);

- Na praia ou na piscina, usar barracas feitas de algodão ou lona, que absorvem 50% da radiação ultravioleta. As barracas de nylon formam uma barreira pouco confiável: 95% dos raios UV ultrapassam o material;

- Usar filtros solares diariamente, e não somente em horários de lazer ou diversão. Utilizar um produto que proteja contra radiação UVA e UVB e tenha um fator de proteção solar (FPS) 30, no mínimo.  Reaplicar o produto a cada duas horas ou menos, nas atividades de lazer ao ar livre. Ao utilizar o produto no dia-a-dia, aplicar uma boa quantidade pela manhã e reaplicar antes de sair para o almoço;

- Observar regularmente a própria pele, à procura de pintas ou manchas suspeitas;

- Consultar um dermatologista uma vez ao ano, no mínimo, para um exame completo;

- Manter bebês e crianças protegidos do sol. Filtros solares podem ser usados a partir dos seis meses.

 

Fontes de pesquisa: http://www.sbd.org.br/