O Projeto

A Ilha de Deus é uma das mais antigas comunidades do Recife. É cercada por três rios – o Beberibe, o Tejipió e o Jordão, no bairro da Imbiribeira e pina. Nela moram mais de duas mil pessoas que vivem basicamente da pesca, produção de artesanatos e da reciclagem de lixo sólido. Dessa escassez de um mercado de trabalho fortalecido surgiu o projeto "Artesanatos Ilha de Deus Saber Viver".

 

Idealizado pela produtora cultural e artesã Nalvinha da ilha e uma equipe de instrutores, que são artesões e pescadores da ilha, o projeto tem como principal objetivo levar para a Ilha de Deus oficinas de artesanatos, para geração de emprego e renda, em atendimento as mulheres da ilha. Jovens e adultos, incluindo as pessoas com deficiências, formam o público alvo da iniciativa. Democracia e da solidariedade são valores primordiais no dia a dia do projeto.

 

Além das oficinas, os beneficiados com o projeto ainda participam de diversas outras atividades. Entre elas palestras sobre questões ecológicas, oficinas de materiais recicláveis e exposição de artesanato, buscando elevar o nível de consciência da população local. Tudo isso visando como efeito imediato, ruas mais limpas e livres da grande quantidade de lixo que é depositado por catadores de mariscos, sururu, caranguejos e outros crustáceos que são pescados e comercializados no lugar.

 

Outro objetivo do trabalho é o de conciliar alegria e lazer com responsabilidade por si e por um mundo melhor. Também busca descentralizar e democratizar a diversão, laser, conhecimento, conscientização ecológica, emprego e renda e comercialização das peças produzidas pela comunidade.

 

Com toda experiência e conhecimento nas áreas culturais e sociais, Nalvinha da Ilha e sua equipe estão convictos de que as oficinas podem despertar interesses diversos nos moradores da Ilha de Deus. Novas técnicas para a produção de artesanatos são o chamariz para os cursos. Com a utilização de cascas de crustáceos e materiais recicláveis é possível trazer a cidadania de volta para estas pessoas.

 

Com a poluição dos rios e a falta de estrutura da Ilha a situação dos moradores vem a cada ano ficando mais difícil, sem oportunidades de emprego os jovens e adolescentes encontram no tráfico de drogas, o único jeito de sobrevivência e isto tem levado muitos jovens a morte prematura ou a prisão.

 

A iniciativa oferece uma grande oportunidade para os moradores da Ilha de ter o acesso a diversão, qualificação profissional, arte, geração de emprego e renda, e ao conhecimento para a formação de novos cidadãos com consciências cultural, ambiental e social. É uma maneira de qualificar os jovens e adolescentes da comunidade para a produção de artesanatos e comercialização de seu artesanato.

 

Para conhecer a realidade do "Projeto Artesanato Ilha de Deus Saber Viver" ou para descobrir como ajudar a iniciativa, mande um e-mail para ilhadedeusrecifepe@hotmail.com e tire todas as suas dúvidas.